Domingo, 21 de Fevereiro de 2010

Foi ontem a manifestação contra o casamento homossexual. Diziam os promotores que era uma manifestação contra o casamento homossexual, coisa que não me chocaria, pois há bons argumentos contra o casamento homossexual. Mas a verdade é que as imagens que José Pacheco Pereira publica no seu blogue mostram que a manifestação não era só contra o casamento homossexual. Em grande medida, os que ali estavam manifestavam-se contra uma «perversão» a que a «liberdade», a deles, não dá direito. Manifestavam-se contra a homossexualidade. E uma manifestação assim, meus caros, não tem nome. Perdão, mas não consigo mesmo encontrar algo para designar o sentimento de repulsa que me provoca esta estirpe da espécie humana – sim, porque não somos todos iguais e eu não trato de modo igual aquilo que é diferente e assim. As imagens que aqui reproduzo, retiradas do blogue de José Pacheco Pereira, mostram as extraordinárias famílias que a Pátria tem: mostram crianças, várias crianças, que foram levadas para a manifestação e às quais se vestiram camisolinhas de protesto e se deram cartazinhos de ódio. Pais e mães indignos de tal designação vão para as ruas gritar que eles é que estão bem, eles é que estão certos e que a «sociedade» não pode aceitar os outros, os impuros, que os queime o enxofre.
Para além das crianças, no sentido literal do termo, também lá estava D. Duarte Pio de Bragança, um homem que diz que quer ser Rei e também lá estavam grupos de extrema-direita, ao lado dos bons pais e ao lado do bom pretenso Rei. Foi, portanto, um lindo get-together, digno de um Portugal que eu gostava que não existisse e que cada vez mais me dá vontade de ver pelas costas.


# Tiago Moreira Ramalho às 11:45 | | comentar

autoria
Tiago Moreira Ramalho

twitter
arquivo do blogue

Fevereiro 2013

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

subscrever feeds

 FeedBurner