Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010

A ideia de Paulo Rangel não é, de todo, nova. É uma ideia que é defendida há muito por forças como o PCP ou o CDS. Aliás, a soberania alimentar é como que um sonho luso, de todos aqueles que olham para agricultura e, passando o indicador pelo canto do olho, enxugando, reclamam da obrigação de comer maçãs de Espanha, de onde, lembremo-nos, nem bom vento, nem bom vento nem bom casamento.

A questão é que a ideia é tola. Completamente tola. Vem em todos os manuais de teoria do valor que é um disparate que um país insista constantemente em produzir em áreas para as quais não está especialmente capacitado (é até algo «ofensivo» que um português se meta com estas conversas quando a tese que desmonta esta argumentação foi apresentada usando, para exemplificação, Portugal). Não ponho em causa que as maçãs portuguesas são muito boas (nunca distingo, palavra), mas uma economia como a nossa não pode ser artificialmente conduzida para uma produção de baixo valor acrescentado, uma produção que está naturalmente destinada aos países mais pobres que, por força das circunstâncias, não podem produzir carros ou telemóveis.
Além disso, por muitos subsídios que sejam dados, atingir o patamar de soberania alimentar, uma expressão curiosa, é extremamente complexo, para não dizer impossível. Só haveria soberania alimentar se (i) destinássemos largas, larguíssimas fatias do Orçamento de Estado para apoios aos agricultores ou (ii) se fizéssemos deslocações não voluntárias de pessoas. Ora, parece-me que nenhuma das duas possibilidades é muito recomendável – mas, claro, podeis sempre tentar (diz que a segunda ainda resultou durante umas décadas lá para aqueles lados).
Sugeriria a quem trata da campanha de Paulo Rangel que o demovesse deste tipo de nacionalismo tardio. As «soberanias» na economia nunca são muito saudáveis. Mesmo quando dizem respeito a frutas e vegetais.


# Tiago Moreira Ramalho às 19:47 | | comentar

autoria
Tiago Moreira Ramalho

twitter
arquivo do blogue

Fevereiro 2013

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

subscrever feeds

 FeedBurner